Mais flor, por favor!

Mais flor, por favor !

A moda realmente está mudada. Há alguns anos, flores numa coleção de inverno era quase impossível ver nas passarelas.

Na temporada 2018, as flores vão estampar os looks, deixando a mulher mais alegre e feminina.

Cores quentes como os laranjas, amarelos , vermelhos, terrosos e marrons, além do clássico azul em diversos tons.

Peles de animais com destaque para o leopardo e a onça, da cabeça aos pés.

As estampas de comidas surpreendem.

As franjas continuam em alta decorando barras e mangas e acessórios.

Até a alfaiataria está numa versão mais sexy com recortes e fendas equilibrada com tecidos masculinos tradicionais como xadrez, príncipe de Gales e as riscas de giz.

Os anos 80 ainda em alta, com uma mistura “disco-espacial” – look discoteca e roupas espaciais. Destaque para os super ombros, os paetês, lamés, brocados, jacquards e tecidos com efeito holográfico, ora compondo um tecido em patchwork ora ao estilo hippie 70’s.

Nesta categoria, continua com toda pompa o veludo molhado.

Na malharia, os cardigãs, twin sets e vestidos de patchwork que saíram do baú da vovó com cara nova, em cores vibrantes e maximalistas.

O material da vez são as plumas que aparecem em detalhes de roupas, sapatos, bolsas, e bijoux, às vezes misturados com plásticos e materiais brilhosos. Os plásticos também aparecem em partes de roupas e acessórios.

E os acessórios????? Continuam com força total.

As bijoux em estilo poderoso. Quanto maior melhor.

Os brincos grandes com muito strass e pedras, incluindo os ear cuffs e argolas gigantes. Outros em estilo e materiais únicos em cada orelha ou numa só.

Os braceletes são conectados a anéis ou enrolados como cobras.

As pérolas retornam, agora em usos mais extravagantes e como material de bordado.

Muitos pingentes talismãs onde a chave é o pingente da vez.

Cintos largos retornam em grande estilo, usados sobre casacos ou vestidos.

Botas de cano alto, ora fake, em versão colorida ou decorada.

Bolsas com mix de couros, em tamanhos minis e gigantes. As peludinhas ganham mais força.

Chapéus enormes muitos com peles e pelos.

Vera Pessoa (consultora em tendências – bijuterias & joias) www.verapessoastudio.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *